6 de março de 2009

Ditadura

Dentadura
Branda
Escura

Murro nos dentes

Casa sem gente

Gente sem dente, a gente é fraco cai no buraco

Fundo

Escuro

Mas - quem matou mais gente?

Ditadura esclarecida.
um claroescuro sob medida:

Cada um com o despotismo que merece.

Augusto Rademaker Grunewald; o nome do sujeito já era uma junta militar (Almirante Augusto, Brigadeiro Rademaker, General Grunewald - acho que li isso em algum lugar). A queda atávica pelo pau-de-arara deve vir também do escravismo (não veio tudo?). O Nho-nhô de Sade das senzalas.

A participação social é intolerável para a elite nacional, incapacitada para a política depois de ganhar o país no colo. No fim do Império já estava estabelecida a órbita, essa é a direção que a elite do Brasil deseja, tem ânsia - para onde se voltar, a quem obedecer, a quem servir. O retorno do reprimido, o duplo no espelho: o masoquista da Casa-Grande.

A órbita do mundo vai mudar, o capitalismo financeiro balança feio. E a elite nacional está insegura, a participação popular parece mais ameaçadora com o império em tumulto, na metrópole. Isso não tem a menor graça.

Presidindo o conselho de anciãos, José Sarney. Deve ser outra forma do retorno do reprimido, mas aí já é demais pra mim.
Postar um comentário