12 de março de 2009

Excomunhão, porque não?

Notícias daquele bispo do Recife indigente espiritual a gente leu até demais. Agora, essa me tinha escapado... engraçado como a repercussão é desporporcional. Pensando bem, às vezes a excomunhão há de ser um santo remédio, deve ser mais usado. Se bem que às vezes também seria bom, só pra garantir, sentar o turíbulo na cabeça do indivíduo pra ver se se apruma.
Postar um comentário