12 de março de 2009

Grave regressão do Grifo

Então, como eu ia dizendo, ficou o Grifo encarapitado no muro lá de casa, impassível mesmo diante da chuva e do vento, assustando os gatos e fazendo as velhas que passam na calçada traçar o sinal da cruz. Nem comigo falava.
- Que é que há, ô Grifo?
- ...
- Mas...
E só cedeu quando lhe ofereci marzipan e chá de ameixas.
- Bem.. tenho uma imagem que não sai da minha cabeça... a bust of Pallas...
- Meu Deus, meu caro Grifo, deixa isso prá lá, a literatura...
- Rá, olha quem fala, grunhiu o ser biforme; - Ouça lá, humano: mais pior...
Indizível minha comoção; cãimbras corticais começaram...

oh, o que poderá acontecer a seguir???
Postar um comentário