6 de outubro de 2010

O Aborto como golpe

Hoje, pessoalmente sou contra o aborto, que é terrível. Já pensei diferente.
Correu a acusação, antes de 3/10, contra Dilma, dela ser favorável ao aborto.
A acusação partiu do oponente, o José Serra, que, quando ministro da Saúde, incentivou a prática do aborto pelo SUS, nos casos em que a lei não considera crime (gravidez resultante de estupro, p.ex.).
Por isso foi alvo de críticas dos mesmos setores que agora jogou contra a Dilma.
É um gesto de uma hipocrisia nojenta. Quem é pró-vida deve saber quem é, afinal, José Serra.

Postar um comentário