6 de abril de 2016

Os cães do ódio soltos pela rua

Rosnam, urram e babam, os cães do ódio pela rua uivam seu segredo sem pudor.

Sonho com a beira de um lago, o movimento das águas, e como perturbam esses cães, querem desfilar em suas calçadas imundas.
Postar um comentário