8 de março de 2010

Uivam os corvos, crocitam os lobos

A política encontra-se numa lama fantástica porque as individualidades não estão muito melhor. Isso é o óbvio. Existe, ou deve existir alguma graça no fato de que a crítica, ou denúncia, é rebatida porque parece delirante.
Um tempo de maus poetas, de má arte. De engolir poeira. Maus governos, piores. No caso do império, a derrocada lamentável, sem nunca ter sido tudo aquilo que viu no espelho. Onde o Zeus do Capitólio? Aquele deplorável Abraão Lincoln?
E imita a vida, no caso, um seriado barato de TV, subproduto do Arquivo X. Os intrépidos Pistoleiros Solitários salvaram os prédios de NY de um atentado.
O mistério deveria ser algo mais solene, não uma piada barata, atirada ao pó do chão, com os pacotes de pipoca no parque. Definitivamente, Ronald Reagan ri por último sua risada macabra.

Postar um comentário