18 de dezembro de 2009

Todos contra o crack

O crack, ou craque: resíduo da produção de cocaína. Hoje o crack pulula nas ruas, as pessoas que fumam crack não conseguem esconder, fissurados sentam nas calçadas; se a gente olha, até esboçam uma reação tímida, um traço de pudor, mas o cachimbo na frente pede mais. Perto de casa mora, na rua, a Maluca, uma mulher que provavelmente não tem 35 anos, mas parece ter 60, sem um dente na boca, que já apareceu grávida umas três vezes pelo menos, a cada vez sumia e reaparecia, onde andarão essas crianças? O olho do fumante de craque não sustenta o nosso olhar, procura os desvãos das calçadas, as frestas nos muros.
Todo mundo tem alguma coisa a ver com o craque.
http://todoscontraocrack.blogspot.com/


Um comentário:

Rodrigo disse...

Não sei como é que tá hoje em dia, mas uns dez anos atrás se algum nóia entrasse num morro do Rio com pedra os caras do movimento não perdoavam...