13 de abril de 2009

O outro lado

O mais aterrador do outro lado é que pode ser muito parecido com este.
Emanuel Swedenborg dizia que o além túmulo de cada um depende de suas crenças nesta vida; assim, coexistem um céu de muçulmanos (com huris), um céu de cristãos, com anjos e etcétera, e outros tantos. Rudolf Steiner, grande vidente, via a conexão entre planos. Também o sono pode ter relances de mundos espirituais, segundo ele.
Pois bem, é isso que me assusta; outro dia sonhei que falava ao telefone com um serviço de atendimento, e eu reclamava em desespero sobre uma fatura paga, pela qual me cobravam juros absurdos. Bem, isso é que é suplício. Pela primeira vez, se meu espírito foi se ocupar disso, além de qualquer excesso ou insensatez que já cometi na vida, tive receio pela minha alma imortal.

Um comentário:

Rodrigo disse...

E vive l'anarchie...