15 de abril de 2009

Dois tercetos

Eis que inda singro por senda de erros,


sombra do ocaso em sonhos dispersa,


um cofre sob a crosta de chumbo do medo.




Uma vela adivinha o tremor dos meus passos,


silêncio que espreita a cidade submersa,


idéia obscura que foge do fogo e do gelo.
Postar um comentário