9 de janeiro de 2008

Ars longa vita brevis

Com as eleiçoes prévias para a escolha dos candidatos a presidente nos EUA, cabe lembrar de novo como a vida imita a arte. Monteiro Lobato escreveu na década de 1920 o romance "O Presidente Negro", estória situada no futuro, e justamente o presidente do título era o dos EUA, no século 23.
A previsão chegou antes; vou ler esse livro de Monteiro Lobato, agora que o negro Obama vai bem nas prévias. Depois escrevo alguma coisa.
Postar um comentário